A banana verde e seus benefícios

Uma das frutas mais populares e queridinhas do nosso país, a banana quando verde geralmente é rejeitada. Amarra a boca, tem gosto desagradável e não é nem um pouco “bonita” aos olhos. Mas, superversátil, a ela pode, sim, ser consumida enquanto verde. Altamente energética, a fruta é rica em fibras que auxiliam no bom funcionamento do intestino e proporcionam sensação de saciedade.

Amidos

Quando consumida ainda verde, o amido que se transformaria em açúcares quando a fruta amadurecer, funciona como regulador dos níveis de colesterol e glicemia no sangue. Um outro benefício presente na banana verde é conhecido como amido resistente: ele não é digerido pelo organismo, sacia a fome por um tempo prolongado e é facilmente eliminado pelo bolo fecal. “Uma característica marcante do amido resistente é a maior quantidade de butirato (elemento responsável pela saúde do cólon) em comparação as outras fibras. Além disso, devido à sua fermentação lenta no organismo, o amido resistente não causa o desconforto comum da produção de gases, podendo ser ingerido em maiores quantidades”, completa a nutricionista Eliane Arena.

Super do bem…

“A banana é uma ótima fonte de vitamina B6 e triptofano, dois nutrientes essenciais para a síntese de serotonina, um dos neurotransmissores fundamentais para a saúde mental e associados à sensação de prazer e bem estar”, esclarece Eliane. Além disso, encontramos grande quantidade de magnésio, o que melhora os sintomas das cólicas e dores de cabeça.

BananaVerdePadraoArtigos2

BananaVerdePadraoArtigos

Biomassa e farinha

Quando cozida, procedimento que faz parte do preparo da biomassa, a digestão do amido resistente presente no alimento é facilitada. “No trato intestinal, as fibras da banana verde absorvem as moléculas de gordura e produzem compostos que normalizam a síntese de colesterol pelo fígado. Além disso, as fibras solúveis absorvem muita água e formam um gel que permanece mais tempo no estômago, dando o efeito de saciedade”, explica Eliane.

  • Uso da biomassa: você pode usá-la em diversos preparos como patês e caldos, e ela ainda pode ser congelada para futuros preparos.
  • Uso da farinha: pode ser acrescentara em frutas, sucos, molhos, sopas, mães e tortas. “O consumo indicado é de cerca de 2 colheres de sopa por dia”, finaliza a nutricionista.

#FICAADICA

O modo de preparo da biomassa você encontra aqui, mas a nutricionista Eliane Arena ensina como preparar a farinha. Confira!

  • Corte as bananas sem casca em finas rodelas.
  • Coloque-as em uma assadeira e deixe no forno por cerca de 30 minutos.
  • Desligue o fogo e deixe-as secar.
  • Em seguida é só bater no liquidificador até que se transforme em pó.

Consultoria: Eliane Arena, nutricionista.

Thais Farias
Apaixonada por corujas, balões, livros e chocolate. Formada em jornalismo, já atuou como redatora em revistas femininas na Editora Alto Astral. Queria estudar gastronomia, moda e design, mas por enquanto ocupa os dias como Analista de Mídias Sociais em um estúdio de tatuagem e assistindo séries no Netflix.