Mousse de Goiabada

Eu sempre comi mousse de goiabada na infância. Depois de alguns bons anos sem comer este doce, por causa da gelatina (que não é vegetariana), tentei inventar uma versão vegana com o ágar ágar e amei o resultado. 
Foi muito bom reviver este gostinho da minha infância ♥ Espero que gostem também!

Ingredientes

2 xícaras (de chá) de leite de soja ou de amêndoas (receita)
1 xícara (de chá) de goiabada picada
1 colher (de sopa) de suco de limão
2 colheres (de chá) de ágar-ágar (veja o que é aqui)
1/4 xícara (de chá) de leite vegetal (o mesmo que você usou)
1/2 xícara (de chá) de creme de leite de soja (pode usar a mesma quantidade de leite de coco também)

Calda:

1 xícara (de chá) de água
1/2 xícara (de chá) de goiabada picada
1/2 xícara (de chá) de açúcar cristal (opcional)

  • Preço médio: R$7,50

  • Serve até 4 pessoas

  • Tempo de preparo: 10 minutos (preparo) + 4 horas (geladeira)

  • Não contém glúten

  • Vegan

Modo de preparo

Em um liquidificador, bata as duas xícaras de leite vegetal com a goiabada picada e o limão espremido até ficar uniforme.
Misture o ágar ágar com o 1/4 de xícara de leite vegetal e reserve.
Em uma panela em fogo médio, coloque a mistura do liquidificador e deixe ferver (os pedacinhos de goiabada se derreterão nesta etapa). Quando estiver borbulhando, acrescente a mistura do ágar ágar com o leite vegetal, misture por 1 minuto e desligue. Acrescente o creme de soja e misture novamente até ficar uniforme.
Coloque a mistura em tacinhas e espere esfriar para levar à geladeira. Deixe gelando por cerca de 4 horas para ficar gostoso.
Para fazer a calda é simples! Em uma panela misture a água, a goiabada e o açúcar. Esta mistura irá ferver e em seguida começará a encorpar. Mexa de vez em quando para não queimar.
Espere esfriar um pouco e jogue sobre a mousse.Se quiser, jogue coco ralado por cima. Está pronto!

Dicas

  • No lugar do leite de soja ou amêndoas, você pode utilizar o leite de coco caseiro, ensinado aqui, ou o leite de amendoim, aqui.
  • O ágar-ágar é geralmente vendido em lojas de produtos orientais ou naturais. Existem dois tipos mais vendidos: o pó branquinho e o pó mais escuro, num tom mais bege. Recomendo o uso do branco, pois não tem cheiro e nem sabor forte como o outro e é mais indicado para preparações delicadas como esta. A marca do ágar-ágar que compro é Kanten.

Vegetariana e amante de animais (sobretudo gatinhos). É designer de produtos, fotógrafa freelancer, e apaixonada por culinária desde pequena. Adora cozinhar, principalmente para os outros, testar ingredientes e receitas! Muitos dos pratos que conhece aprendeu pesquisando e principalmente testando.