Seitan Recheado com Farofa

Este seitan recheado com farofa é uma ótima opção de prato principal para a ceia de Natal. Ele fica lindo, delicioso, e com certeza vai surpreender seus convidados.
Eu já ensinei uma receita aqui, que é ao molho madeira, e que foi feita com farinha de trigo. O Flavio Giusti, do VegetariRANGO, me ensinou a preparar esta versão de seitan (carne de glúten), com a própria farinha de glúten, o que deixa o processo ainda mais rápido.

Ingredientes

1 xícara (de chá) de farinha de glúten
Aproximadamente 1 xícara (de chá) de água
Temperos a gosto (Salsinha, pimenta calabresa, orégano, chimichurri, alho frito, shoyu)
Sal a gosto

Receita da Farofa “aqui

Receita da Calda:

2 copos de suco de abacaxi
3 colheres (de sopa) de mostarda
2 colheres (de sopa) de melado de cana
10 colheres (de sopa) de vinagre branco
Essência de baunilha a gosto
Alecrim (desidratado ou fresco) a gosto
Fumaça em pó (opcional, dá gostinho de defumado) a gosto

  • Preço médio: R$22,00

  • Serve em média 6 pessoas

  • Tempo de preparo: 20 minutos (preparo) + 2h (descanso) + 40 minutos vapor + 2h (marinar) + 1 h (forno)

  • Contém glúten

  • Vegan

Modo de preparo

Coloque a farinha de glúten em uma vasilha, adicione temperos a gosto, misture e coloque a água. Mexa bem, puxe a massa, para ela pegar bem os temperos. Se quiser que ela fique mais moreninha, coloque shoyu, a cor do seitan ficará ainda mais bonita. Quanto mais você “sovar”, mais macia a massa do seitan vai ficar. Abra bem a massa sobre uma tábua (veja o vídeo), estique bem e feche os buracos que abrirem, dando alguns “belisquinhos”. No começo é mais complicado, mas com o tempo o processo vai ficando mais fácil. Deixe a massa com cerca de 20cmx25cm. Coloque os temperinhos que ficaram na vasilha sobre o seitan aberto e deixe descansar por 2 horas.
Enquanto isso, você prepara o recheio do seitan. O Flavio ensinou uma receita com cogumelo, castanha e cenoura aqui. Nós recheamos com a farofa que ensinei aqui.
Passadas as 2 horas, coloque a farofa na ponta da massa, coloque cerca de 1 xícara e meia. E enrole, apertando bem e fechando os buraquinhos com “belisquinhos”. É importante que fique bem fechado.
Agora é a hora de cozinhar no vapor. Coloque o seitan sobre um pano de prato limpo e enrole ele, deixando bem apertado e protegido (veja o vídeo). Só uma volta e meia com o pano de prato é suficiente (não precisa deixar ele todo enrolado no pano). Acomode o seitan em uma panela que cozinhe alimentos no vapor com tamanho suficiente para ele ficar acomodado certinho e deixe cozinhar por 40 minutos. No lugar da panela de vapor, você pode usar uma cuscuzeira ou usar um escorredor de alumínio sobre uma panela normal mesmo, tampada, com água embaixo, mas que não encoste no seitan. É importante usar uma panela que o seitan caiba certinho.
Enquanto o seitan cozinha, prepare a calda. É simples, basta misturar todos os ingredientes em uma vasilha. A mostarda fica meio dividida em pedaços, é mais complicado para misturar, mas é só dar uma aperdadinha que eles diminuem de tamanho. Reserve.
Retire o seitan com cuidado da panela. Se estiver muito quente, espere esfriar. Remova o pano de prato delicadamente, para não arrancar um pedaço do seitan. Coloque o seitan dentro da vasilha com o molho, para ele ficar marinando. Deixe ele por pelo menos duas horas neste molho, dentro da geladeira.
Passado este tempo, coloque o seitan sobre uma assadeira antiaderente, adicione duas conchas do molho e leve para assar a 210ºC. Passados dez minutos, coloque mais uma parte do caldo da vasilha sobre o seitan. De dez em dez minutos, regue o seitan com a calda que ficou na assadeira. Deixe assar até a calda ficar mais escura, com aparência de caramelizada, e o seitan levemente dourado, o que vai levar cerca de uma hora. Está pronto!

Dicas

  • Você pode rechear o seitan com legumes refogados, castanhas, farofa ou arroz negro, como sugeriu o Flavio.
  • No lugar do abacaxi, você pode usar laranja ou maracujá, na mesma quantidade.
  • Os temperos da massa do seitan são a gosto.
  • A farinha de glúten é um produto vendido em lojas de produtos naturais, que vendem a granel grãos, farinhas, sementes… Caso não encontrar em sua cidade, é possível comprar online. O Flavio, inclusive, vende aqui.
Vegetariana e amante de animais (sobretudo gatinhos). É designer de produtos, fotógrafa freelancer, e apaixonada por culinária desde pequena. Adora cozinhar, principalmente para os outros, testar ingredientes e receitas! Muitos dos pratos que conhece aprendeu pesquisando e principalmente testando.