Comida Sustentável

Já ouviu falar em comida sustentável? E se eu te disser que com pequenos passos você pode contribuir para um sistema alimentar mais justo, que trará benefícios não apenas para a sua saúde mas também para a do planeta? Sim! É possível e bem mais fácil do que parece. 🙂
O nosso sistema de produção de alimentos está em “emergência”: produzimos e consumimos muito mais do que necessitamos, não conseguimos acabar com a desigualdade na distribuição de toda essa comida e, consequentemente, geramos muito desperdício. Dá pra imaginar que essa é uma situação que não pode se manter por muito tempo, né? Por isso a importância de nos conscientizarmos a respeito das nossas escolhas alimentares e como elas impactam os outros setores da sociedade.

Mas o que é uma dieta sustentável?

Em 2010, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura definiu o conceito de uma dieta sustentável como “aquela que tem baixo impacto ambiental e que contribue para a segurança nutricional do alimento, assim como para uma vida saudável para a atual e futuras gerações”. Resumidamente, ela ajuda a reduzir o consumo de água, a emissão de CO2, promove a biodiversidade de alimentos e optimiza os recursos naturais e humanos do planeta. Além de ser acessível, segura e saudável do ponto de vista nutricional.

casca-abóbora

E como adotar hábitos sustentáveis?

Aqui estão algumas dicas:

  • Dê preferência a alimentos in natura e minimamente processados (aqueles que estão prontos para consumo sem terem sofrido qualquer tipo de alteração ou que sofreram alterações mínimas).
  • Coma um pouco de tudo: busque saber quais são os alimentos da época e use e abuse da variedade na sua dieta, incluindo sempre vegetais, frutas, grãos integrais e sementes.
  • Evite o desperdício: não cozinhe mais do que você vai consumir! E caso o faça, procure congelar a comida para poder utilizá-la depois.
  • Utilize todas as partes do alimento: isso inclui as cascas, folhas, sementes, os talos…
  • Frequente feiras livres de rua e mercados que vendam alimentos de pequenos produtores: incentivar a produção orgânica e local é uma das melhores formas de fazer com que esse setor se fortaleça e ofereça alimentos de maior qualidade para todos.

Para inspirar e colocar em prática um pouco disso tudo, fiz uma receita de salada de casca de abóbora e couve manteiga. A casca da abóbora adiciona ainda mais fibras à salada, além de conter muitos minerais, vitaminas e antioxidantes. Mas lembre-se: dê preferência a um alimento orgânico para evitar o consumo dos agrotóxicos!

Salada de Casca de Abóbora Paulista e Couve Manteiga

Ingredientes

1 xícara de casca de abóbora paulista (aproximadamente 1/2 abóbora)
1 xícara de couve picada
1/2 xícara de cebola
1/2 xícara de milho cozido
1 pepino cortado em rodelas
1 tomate picado
Salsinha e cebolinha
Sal e tempero a gosto

  • Sustentável

  • Rende em média 3 porções

  • Tempo de preparo: 15 minutos

  • Não contém glúten

  • Vegan

salada_casca_de_abobora

Modo de preparo

Lave a abóbora, corte as cascas e leve para ferver até que esteja cozida. Espere esfriar.
Junte todos os outros ingredientes e tempere de acordo com a sua preferência. Sirva fria.

salada-casca-de-abobora2

Dicas

  • Caso você queira amenizar o picante da cebola, pode cozinhá-la em água fervente antes de juntar à salada ou deixar de molho em água gelada por alguns minutos.
  • Corte a abóbora em pedaços médios para facilitar na hora de retirar a casca.
  • Você pode utilizar a casca de qualquer abóbora: a de pescoço, a japonesa…
  • Leia mais sobre a comida sustentável aqui.
Jornalista certificada em Nutrição Culinária pelo Natural Gourmet Institute. Apaixonada por hortas, vegetais, alimentação natural, práticas sustentáveis e quinhentas mil outras coisas. É autora no blog de receitas vegetarianas / veganas Herbivoraz, onde publica suas aventuras gastronômicas e dicas para um estilo de vida mais sustentável.