Bruschettas com “Queijo” Vegetal Cremoso

Como o Dia dos Namorados deste ano caiu bem no meio da semana, resolvi fazer algo bem prático, no caso estas bruschettas!
Para dar um “tchan” a mais, eu coloquei este queijo vegetal que eu vi lá no blog Ser Vegana, e que apenas acrescentei o açafrão para dar uma corzinha amarela nele. Este queijo não fica com aquele puxa-puxa que o queijo normal (feito com leite de vaca) tem, mas ele fica beeem cremoso, e combina bastante com estas bruschettas.

Ingredientes

1 pão italiano médio (cerca de 400g)
2 xícaras (de chá) de tomates picados sem sementes
1 dente de alho grande (use-o para passar na bruschetta, e depois bem picadinho com os tomates)
1/4 de xícara (de chá) de azeite (pode colocar mais se preferir)
1/2 xícara (de chá) de manjericão fresco picado grosseiramente
Sal a gosto
Pimenta a gosto

Queijo Vegetal Cremoso:

1/4 de xícara (de chá) de água
1/2 xícara (de chá) de azeite
1 colher (de sopa) de suco de limão
1/4 de colher (de chá) de sal (pode colocar mais se preferir)
1/4 de colher (de chá) de açafrão (opcional, apenas para deixar amarelinho)
3 colheres (de sopa) de polvilho azedo
1 xícara (de chá) de feijão branco cozido
1/2 xícara (de chá) de mandioquinha (batata baroa) cozida e amassada
1 xícara (de chá) de mandioca cozida e amassada

  • Preço médio: R$ 15,00

  • Serve em média 2 pessoas

  • Tempo de preparo: 20 minutos (preparo do “queijo”, tirando o tempo do molho do feijão branco – 8h) + 15 minutos (bruschettas)

  • Contém glúten

  • Vegan

Modo de preparo

Antes de tudo, prepare o “queijo”. Cozinhe todos os ingredientes, cada um em uma panela diferente, seja normal ou de pressão. É importante deixar o feijão branco de molho por 8 horas antes de cozinhar. Passado este tempo escorra e lave. (Ao invés de cozinhar o feijão, você pode comprar ele pronto, já cozido, em lata ou pacotes)
Eu cozinho o feijão coberto com dois dedos de água por cerca de 15 minutos depois que pegou pressão, em fogo médio, e desligo.
A mandioquinha pode ser cozida no vapor, microondas, forno. Eu geralmente cozinho na água fervente até ficar macia.
Em um liquidificador, coloque os líquidos primeiro, depois os ingredientes mais sólidos. Bata tudo até obter uma mistura cremosa e uniforme. Se precisar, auxilie com um garfo e adicione mais água. Tome cuidado caso for adicionar mais água, este creme tem que ficar cremoso e encorpado. Veja o ponto do “queijo” no vídeo.
Pré-aqueça o forno a 240ºC e corte o pão italiano em fatias com cerca de 1,5 cm. Corte o dente de alho ao meio e passe nas fatias, dos dois lados, e disponha elas em uma assadeira grande, uma ao lado da outra. Regue com fios de azeite e cubra com uma fina camada do “queijo”. Leve para assar por cerca de 5 minutos, ou até suas bruschettas estarem crocantes por fora, mas ainda macias por dentro. Não deixe muito no forno, senão suas bruschettas podem virar torradas.
Enquanto as bruschettas assam, prepare os tomates. Em uma vasilha, coloque os tomates bem picados e sem as sementes, o azeite, o alho, o manjericão e tempere com sal e pimenta a gosto. Misture tudo e coloque sobre as fatias de pão. Está pronto! (:

Dicas

  • Caso você não tiver pão italiano, pode usar o francês ou o de forma mesmo. Caso for vegano ou intolerante, verifique se o local onde você compra estes pães, fazem versões sem ovo e sem leite, pois nem todos lugares o fazem.
  • Eu tempero os tomates apenas com os ingredientes que ensinei aqui, mas você pode usar cebola, pimentão, azeitonas, cheiro verde, orégano… enfim, o que você preferir! (:
  • Ah, peguei o que sobrou do “queijo” e coloquei em pães de forma e depois no tostex! Ficou muuito bom! O blog Ser Vegana sugere usá-lo cozido, seja em lasanhas, pizzas, como recheio de pratos… ele é super versátil!
  • Guardei o que sobrou do meu “queijo” em uma vasilha fechadinha. Durou uns 4 dias na geladeira (:
  • E como sugestão para o jantar especial, selecionei duas receitas bem práticas! O nhoque de mandioquinha, vegano, da Gi, do Receitas de Minuto; e as pêras ao vinho, da Carol, do Panela de Barros. Duas receitas deliciosas e super fáceis de fazer.
Vegetariana e amante de animais (sobretudo gatinhos). É designer de produtos, fotógrafa freelancer, e apaixonada por culinária desde pequena. Adora cozinhar, principalmente para os outros, testar ingredientes e receitas! Muitos dos pratos que conhece aprendeu pesquisando e principalmente testando.