Missoshiru

Agora que o frio chegou, vou ensinar algumas receitas quentinhas pra gente se esquentar! Para começar, escolhi o missoshiru, que é um prato bem comfort food pra mim, que sempre fez parte da minha infância e ainda é bem presente na minha vida. O missoshiru é uma sopa de origem japonesa bem levinha, fácil de fazer e deliciosa, e o melhor de tudo é que fica pronta em poucos minutos! É um prato muito consumido por japoneses, inclusive é bem comum comerem até mesmo no café da manhã. Como meus avós são japoneses, tenho costume de comer missoshiru desde pequena, e sempre associei ele ao frio, porque era nesta época que fazíamos mais.♥

Ingredientes

3 colheres (de chá) de wakame (alga desidratada)
5 xícaras (de chá) de água
250g de tofu cortado em cubinhos
2 colheres (de sopa) de missô
150g de macarrão somen (ou bifum, para uma versão sem glúten)
Cebolinha picada a gosto

  • Preço médio: R$6,00

  • Serve até 4 pessoas

  • Tempo de preparo: 20 minutos

  • Pode conter ou não glúten (depende do macarrão utilizado)

  • Vegan

Modo de preparo

Coloque o wakame em uma vasilha, cubra com água e deixe de molho pra hidratar, o que vai levar mais ou menos 5 minutos.
Coloque 5 xícaras de água em uma panela grande e leve para ferver em fogo médio. Enquanto isso, cozinhe o macarrão somen, conforme as orientações da embalagem. Escorra e reserve.
Em seguida adicione o tofu cortado em cubinhos na água quente, esprema o wakame e coloque na panela também.
Abaixe o fogo, coloque uma peneira pequena sobre a panela (veja o vídeo), adicione o missô e misture delicadamente.
Desligue, adicione o macarrão escorrido e misture mais uma vez, delicadamente.
Sirva com cebolinha picada por cima. Está pronto!

O uso da peneira: Se você coloca o missô direto na água, vai ser meio ruim pra dissolver ele, pois é uma pastinha firme pra um volume grande de água. Quando você coloca a peneira, tem o atrito do missô nela e o contato com a água, então ajuda a dissolvê-lo melhor.
Tem gente que tira uma parte da água quente, coloca numa tigela, dissolve o missô e depois volta esta água com missô pra panela, mas já me queimei assim, não faço mais… Outra opção é pegar uma concha grande, mergulhar na água quente, colocar o missô e dissolver ele ali e depois liberar para o restante da panela.

Dicas

  • O missô é uma pasta fermentada de soja e você encontra em lojas de produtos orientais, naturais e também já vi em supermercados para comprar. Tem uns que são mais salgados, mais fortes, então a quantidade no missoshiru pode variar, mas a média é 2 colheres de sopa por litro de água. Existe missô orgânico para comprar, geralmente é vendido em lojas de produtos naturais.
  • Não é recomendado ferver o missoshiru, porque além dele perder nutrientes, pode mudar o sabor, e não precisa por sal, porque o missô já é salgado.
  • Veja como fazer tofu caseiro aqui.
  • A versão que minha família fazia, além dos ingredientes que usei aqui, levava hondashi, que é um pó de peixe. Se quiser, você pode usar caldo de legumes caseiro (veja uma receita aqui) no lugar da água, mas não vejo necessidade, principalmente se você usar a alga wakame. Outra opção é usar shiitake pra dar sabor, pode usar o seco, hidratar e usar a água da hidratação, ou pode usar o fresco também.
  • Existem diversas versões de missoshiru. Minha família às vezes coloca mochi, que é um bolinho de arroz, e fica bem gostoso. Além do macarrão e tofu, tem gente que coloca legumes, como cenoura, nabo e acelga, mas você pode também fazer simples, só com caldo, alga, tofu e cebolinha… só com caldo, macarrão e cebolinha, etc.
  • Eu gosto de colocar a cebolinha só na hora de finalizar, porque ela continua crocante.
  • Geralmente compro estes produtos em lojas de produtos orientais, como o missô, a alga wakame, o macarrão somen… Encontro em supermercados, mas em lojas de produtos orientais sai mais barato.
  • Você pode guardar o missoshiru na geladeira por uns 2 dias e depois esquentá-lo quando for consumir. Neste caso, recomendo que não tenha macarrão misturado, pois ele pode cozinhar demais e passar do ponto.
Vegetariana e amante de animais (sobretudo gatinhos). É designer de produtos, fotógrafa freelancer, e apaixonada por culinária desde pequena. Adora cozinhar, principalmente para os outros, testar ingredientes e receitas! Muitos dos pratos que conhece aprendeu pesquisando e principalmente testando.