Ágar-ágar: a gelatina dos vegetarianos

De origem vegetal, livre de corantes e muito utilizado na culinária asiática, o ágar-ágar é um carboidrato com baixo teor calórico proveniente de algas marinhas, sendo assim uma ótima opção para veganos na substituição da gelatina.

E os benefícios?

“Ele é rico em colágeno, que é importante na prevenção de rugas e flacidez, dá brilho ao cabelo e deixa os dentes mais fortes“, explica Débora Werneck, nutricionista da Nação Verde. Na presença da água ele se transforma em um gel, o que auxilia no processo de emagrecimento, já que essa reação proporciona a sensação de saciedade.
De acordo com a nutricionista Ana Ceregatti, o ágar-ágar é riquíssimo em minerais essências para o organismo, como cálcio, ferro, zinco e fibras. E pra quem sofre com o intestino preso, o ágar-ágar pode ser um grande aliado: quando consumido com frequência ele auxilia no bom funcionamento do órgão, já que é composto por 94% de fibras. E, em contra partida, por conta da grande quantidade de fibras, se consumido em excesso pode causar desarranjos intestinais. O ideal é consumir com moderação.

Versatilidade

Além de ser utilizado em forma de “gelatina”, pode ser consumido também em cápsulas sem perder os benefícios. “Outra maneira de consumir o produto é em forma de chá. Basta adicionar uma colher de chá a água morna e beber 3 vezes ao dia”, finaliza a profissional.
Lembramos que é indicado procurar um profissional, apenas ele pode esclarecer todas as dúvidas e indicar o consumo adequado.
Segundo Ana Ceregatti, o ágar-ágar é usado para fazer cultura de bactérias em laboratório: “se a “gelatina” for feita e deixada uns 3 ou 4 dias na geladeira, pode ser que apareça alguns pontos verdes. Isso é o crescimento de fungo, que também pode ser ingerido”, pontua a nutricionista.

Pele de pêssego!

“Por conta do alto teor de sais minerais, como iodo, celulose, fósforo e cálcio, ele auxilia na aparência da pele, deixando-a mais macia, hidratada e com brilho”, esclarece a nutricionista.

Shake

O ágar-ágar pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e de produtos orientais, inclusive em lojas online. O que usamos nestas receitas é em pó, embora também seja encontrado em flocos e também in natura (muito usado em saladas). Sua versão em pó pode ter a coloração branca ou amarronzada, e para o uso nas receitas do blog indicamos o branco, pois o amarronzado tem sabor e odor fortes, enquanto o outro não.

#FICAADICA

Aqui no site temos algumas receitas em que o ágar-ágar é utilizado. Para facilitar a sua procura eles estão listados aqui:

Shake

Gelatina de morango com ágar-ágar

“Por conta do alto teor de sais minerais, como iodo, celulose, fósforo e cálcio, ele auxilia na aparência da pele, deixando-a mais macia, hidratada e com brilho”, esclarece a nutricionista.

Ingredientes:

100g de morangos limpos, sem as folhinhas, e fatiados
1/2 xícara (de chá) de água (120ml)
1 colher (de chá) de ágar-ágar
Açúcar ou adoçante a gosto

Modo de preparo:

Bata os morangos com a água e adoce a gosto. Renderá cerca de 240ml de suco concentrado. Coloque em uma panela, adicione o ágar ágar e misture bem. Leve ao fogo médio até ferver, mexendo sempre. Conte 30 segundos depois que começou a ferver e desligue.
Retire do fogo e espere esfriar. O ágar-ágar endurece em temperatura ambiente, mas se quiser, coloque na geladeira depois de frio, pois fica ainda mais gostoso.

Gelatina de pêras com ágar-ágar

“Por conta do alto teor de sais minerais, como iodo, celulose, fósforo e cálcio, ele auxilia na aparência da pele, deixando-a mais macia, hidratada e com brilho”, esclarece a nutricionista.

Ingredientes:

2 pêras grandes sem o talinho e miolo fatiadas
1/2 xícara (de chá) de água
1 colher (de chá) de ágar-ágar
Açúcar ou adoçante a gosto

Modo de preparo:

O preparo é semelhante ao da gelatina de morango. Praticamente toda gelatina de frutas com ágar-ágar é feita da mesma forma. Você faz um suco concentrado, coloca em uma panela, adiciona o ágar-ágar e ferve. A quantidade ideal é 1 xícara (de suco) concentrado para 1 colher (de chá) de ágar-ágar, porém você pode por mais ou menos, conforme o seu gosto. Dá para usar leites vegetais e também sucos artificiais.
Ps: isso em cima da gelatina é chia (:

Shake

Consultoria: Débora Werneck, nutricionista da Nação Verde
e Ana Ceregatti, nutricionista.

Apaixonada por corujas, balões, livros e chocolate. Formada em jornalismo, já atuou como redatora em revistas femininas na Editora Alto Astral. Queria estudar gastronomia, moda e design, mas por enquanto ocupa os dias como Analista de Mídias Sociais em um estúdio de tatuagem e assistindo séries no Netflix.